Campeonato Mundial Holanda 2018 – Patinação de Velocidade

#partiuholanda e a nossa Seleção Brasileira de Patinação de velocidade já começou os treinamentos de reconhecimento de pista para o mundial em Heerde!

O campeonato mundial terá início no dia 1 de julho de 2018, os atletas que estarão nos representando são:

Junior Masculino:  Enzo Nakazato e Guilherme Abel;

Senior Feminino: Larissa Paes e Sofia Serrano;

Senior Masculino: Eder Lopes e Gabriel Félix;

Técnica: Cindya Pardo.

 

Sertãozinho é sede do Troféu Brasil de Patinação de Velocidade

Segunda etapa da competição vai ser classificatória para o Campeonato Sul-Americano

São Paulo – Entre os dias 13 e 15 de outubro, a cidade de Sertãozinho vai ser palco da segunda etapa do Troféu Brasil de Patinação de Velocidade. A competição será realizada no Patinódromo de Sertãozinho e contará com cerca de 96 atletas divididos nas categorias infantil, adulto, master e estreantes.

O Troféu Brasil de Patinação de Velocidade será classificatório para o campeonato Sul-Americano nas provas de 300m, 500m e 1.000m, que será disputado na Colômbia, emdezembro.

O presidente da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação, Moacyr Filho, está otimista em relação ao nível das provas. “Estivemos com quatro atletas no mundial da modalidade na China e foram feitos os melhores tempos da história do esporte no Brasil. Seguindo a motivação, teremos boa participação no Sul-Americano”, prevê.

Serviço:
Data: 13 a 15 de outubro
Local: Patinódromo de Sertãozinho – Avenida Affonso Trigo – São João. Entrada Livre.

Soma de três provas do Troféu Brasil de Patinação de Velocidade garante vaga para o Sul-Americano

Atletas precisam pontuar bem nas provas de 300m, 1.000m e 10 km pontos para assegurar suas vagas

São Paulo – Ser rápido, resistente e estratégico. Esses são os quesitos para conquistar uma boa pontuação nas provas da categoria principal do Troféu Brasil de Patinação de Velocidade e garantir uma vaga para o Campeonato Sul-Americano. A segunda etapa da competição será realizada entre os dias 13 e 15 de outubro, no Patinódromo de Sertãozinho, interior de São Paulo.
Os atletas da categoria principal irão disputar três provas distintas – 300m, 1.000m e 10km – e a soma da pontuação de cada prova irá determinar os vencedores, que ficarão com as duas vagas, tanto no masculino como no feminino, para o Campeonato Sul-Americano que será disputado na Colômbia, em dezembro. “É uma competição muito importante porque estes atletas irão integrar a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano para tentar uma vaga para o Brasil nos Jogos Sul-Americanos”, explica Cindya Pardo, diretora técnica de patinação de velocidade da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação.

Para conquistar bons resultados nas três provas, os patinadores precisam ser completos, já que são provas com características diferentes. “Na prova de 300m, os atletas competem sozinhos no Patinódromo em busca do melhor tempo, podendo alcançar uma velocidade média de 60 km / hora”, esclarece Cindya.

Já nos 1.000m, os patinadores participam de baterias e os mais bem classificados disputam a final, sendo que o vencedor é o atleta que chegar na frente no percurso de cinco voltas no Patinódromo.

Na prova de 10km pontos, todos os atletas largam juntos para completar 50 voltas na pista, sendo que existem algumas metas para serem alcançadas durante o percurso. “Algumas voltas determinadas precisam ser mais rápidas para pontuar. É uma prova muito estratégica, sendo que algumas vezes o primeiro a cruzar a linha de chegada não é o vencedor na pontuação final”, comenta Cindya. A diretora também lembra que os patinadores que são ultrapassados com uma volta precisam deixar a prova.

Além da categoria principal (adulto), a segunda etapa do Troféu Brasil de Patinação de Velocidade também vai contar com as categorias infantil, master e estreantes.