VI Campeonato Mundial Sub20 de Hóquei sobre Patins

H-BR-SUB20-2013

A seleção brasileira de hóquei sobre patins Sub20 estará embarcando nesta quarta-feira dia 4 de Outubro para disputar o VI Campeonato mundial da modalidade, que será disputado na cidade histórica de Cartagena de Indias, Colombia, de 06 a 12 de Outubro de 2013

Após ter acabado de retornar de Angola no dia 30 de setembro onde disputou o 41º. Mundial de adultos, onde conseguiu uma honrosa sexta colocação, a seleção brasileira volta a disputar um campeonato mundial, desta vez nos Juvenis (ou Sub20).

Três dos atletas que jogaram em Angola estarão jogando também na Colombia, são eles: Diego Dias e Derivaldo Neto, ambos do Sport Club do Recife, e João Felipe Miranda do Esporte Clube Correas/RJ. O treinador também será o mesmo, o argentino Miguel Angel Belbruno.

A participação da seleção brasileira neste importante evento de base só foi possível graças à um convênio entre a Confederação brasileira e a Federação colombiana de patinação que viabilizou a ida do Brasil através da ajuda de patrocinadores daquela Federação co-irmã.

41º. Campeonatdo Mundial de Hóquei sobre Patins – Brasil obtém honrosa sexta colocação. Cacau é o artilheiro.

A seleção brasileira de hóquei sobre patins classificou-se em sexto lugar no 41º. Campeonato mundial da modalidade, que terminou neste sábado, nas cidades de Luanda e Namibe, Angola.
Após ter sido derrotado por 5×9 pela Argentina nas quartas-de-final, o Brasil venceu Moçambique por 7×5 o que levou a seleção canarinha a disputar o quinto-lugar contra a Itália, quando perdeu por 2×1, após terminar o primeiro tempo vencendo por 1×0.
O Brasil teve grandes atuações e esteve sempre vencendo ao primeiro tempo de todas as partidas. Infelizmente a lesão no joelho que afastou o atacante titular Alan Fernandes desde o segundo jogo do mundial pesou muito e não somente no aspecto técnico-tático, mas principalmente na parte física do grupo que, bastante renovado, teve de enfrentar gigantes da modalidade com apenas nove jogadores.
A Espanha sagrou-se pentacampeã ao derrotar a Argentina por 4×3 na grande final, tornando-se agora a detentora isolada de títulos mundiais: 16, contra 15 de Portugal.
Pela disputa do terceiro-lugar, Portugal venceu o Chile por 10×3.
O Brasil sobe duas posições no ranking mundial, numa disciplina disputada em 26 países.
O Brasil teve, uma vez mais, o principal artilheiro da competição. A exemplo do que ocorreu em 2007 na Suiça quando Didi foi o máximo goleador, desta vez Cacau logrou o mesmo feito com 15 gols marcados.

41º. Campeonatdo Mundial de Hóquei sobre Patins – Brasil se classifica com grandes atuações.

 

A seleção brasileira de hóquei sobre patins classificou-se em segundo lugar em sua chave no 41º. Campeonato mundial da modalidade, que se disputa pela primeira vez me território africano, nas cidades de Luanda e Namibe – ambas em Angola.

Com esta classificação o Brasil passa às quartas-de-final do mundial quando cruzará com a seleção argentina, amanhã dia 26.

O grupo do Brasil teve ainda as seleções da Austria ( BRA 9 x 0 AUT), Suiça (BRA 4x 2 SUI) e Espanha (ESP 5 x 3 BRA).

A Espanha é a maior detentora de títulos mundiais (15) e a grande favorita a ganhar seu quinto campeonato mundial consecutivo.

No jogo que definiu a classificação de seu grupo, o Brasil esteve ganhando desde o primeiro tempo por 3×2 mas nos últimos cinco minutos sofreu a virada espanhola, que fez valer seu favoritismo no que está sendo considerado até agora o melhor embate desta edição do campeonato mundial. O Brasil ainda por cima jogou com apenas 9 atletas pois o titular Alan Fernandes está se recuperando de uma torção no joelho, sofrida na partida contra a Suiça e deverá retornar contra a Argentina.

O Brasil já garantiu sua permanencia na elite do hóquei mundial, continuando entre os 8 prinicpais paises que disputam a modalidade.

A grande surpresa ocorreu com a seleção de Angola, franca favorita a passar às quartas de final mas que esbarrou nas seleções do Chile (ANG 1 x 1 CHI) e depois o Chile ganhou por 3×1. Angola teria então de ganhar à Portugal – outro eterno favorito ao título – mas perdeu por 1×5 e agora já se locomoveu ao Namibe (900 kms ao sul de Luanda) para disputar as últimas colocações.